BBB 20 E OS LIMITES PARA O ENTRETENIMENTO

Após ser atacado por fãs do participante do BBB 20, Felipe Prior e me forçar a deletar minha conta no Twitter, notei uma coisa sobre reality shows, fama e entretenimento: qual o limite?

Na segunda-feira, dia 27, o Big Brother Brasil 2020 chegou ao fim com Thelma Regina como campeã. Uma final digna para uma edição histórica. O BBB passou de esquecido no churrasco pelos espectadores para o líder de audiência e engajamento. Seja por renovação no estilo, seja pela quarentena do Coronavírus ou pelas pautas abordadas uma coisa é certa: não há BBB maior do que o de 2020.

 

Foram 20 participantes com personalidades bem diferentes. Alguns mais estourados, outros iludidos e outros apenas esquecíveis. Foram três meses onde vimos altos e baixos de pessoas como nós, comuns e influencers que, no geral, também são pessoas comuns como nós independente dos números que ostentam em suas contas do Instagram.

 

Vimos tretas, vimos romances, vimos alianças e desavenças. Vimos uma participante ir de favorita à eliminada e outra de planta até campeã da edição. Acompanhamos homens tombados e mulheres enaltecidas. Pautas necessárias serem, finalmente, discutidas e assuntos de importância sendo usados como trampolim para algumas pessoas chegarem longe.

 

E vimos, claro, as redes sociais não falando de outra coisa, sedentos pelo entretenimento. E é aí que eu quero chegar.



Limites

 

Durante a edição de 2020 vimos que os homens não tinham um posicionamento decente. De forma machista, muitas vezes ignorante e passando por cima de civilidade e moralidade, eles decidiram que valia tudo pelo jogo. Para os homens do Big Brother Brasil 2020 tudo era justificável, independente do quão ruim fosse a atitude.

 

E, aqui fora, na internet muita gente pareceu comprar esse discurso. Diversas pessoas deram suas opiniões sobre entretenimento. Afirmaram que eliminar os homens era transformar a casa naquilo que Manu Gavassi afirmava ser: um retiro espiritual.

 

Queriam sangue, queriam guerra. O entretenimento era a única coisa que importava e não interessava até onde um ser humano iria se rebaixar para entregá-lo.

 

De pensar em acabar com relacionamentos para queimar participantes, a rir de participante passando fome, pois uma pessoa não quis ajudar nas compras. De enaltecer jogador agressivo que, por pouco, não agrediu uma adversária e torcer para que um participante que assediou outra ficasse na casa. O que o público queria era entretenimento, não importava o quão baixo fosse o participante para conseguir.

 

Entretenimento (?)

 

E chegamos onde eu queria com esse texto longo. Se você chegou até aqui, obrigado.

 

Minha pergunta com tudo isso é: até onde devemos - e podemos - ir pelo entretenimento? Gladiadores lutavam até a morte para entreter os romanos. Homens lutam com chuva de sangue para entreter fãs de luta livre. Homens ignoram civilidade e moralidade para entreter brasileiros espectadores de uma reality show.

 

Talvez você me ache exagerado ao comparar essas coisas, mas a verdade é que todas são feitas pelo entretenimento. Dadas as proporções, dados os motivo… No fim do dia é tudo para entreter as massas.

 

Aí, essas mesmas pessoas, são endeusadas por quem nunca as viu e as conhece apenas através do filtro do que é mostrado em um reality show em rede nacional e, então, essas mesmas pessoas se sentem no direito de atacar quem não concorda com sua opinião ao ponto de destilar ódio.

 

É 2020 e estamos - ainda - fazendo pessoas com comportamento e caráter duvidosos se tornarem influencers famosos. Não adiantou as decepções que tomamos, não bastou vê-los agirem como boçais em frente a milhares de câmeras, ainda vamos fazer seus perfis em redes sociais ficarem atraentes para as marcas.

 

Quanto entretenimento tem em perder sua alma para vencer um jogo? Ou melhor, onde está o entretenimento em ser algo que a sociedade deveria repudiar?

 

Aprendemos muito com o BBB 2020. Talvez precisemos aprender um pouco mais antes da edição de 2021 começar.

 

tags

big brother brasil BBB20 BBB MANU THELMA PRIOR RAFA GLOBO

+ BY OVERS

últimas

x

Obrigado!

Em breve você receberá novidades.

Aguarde...