A INTIMISTA “RECONSTRUÇÃO” PÓS-SUMIÇO DE TIAGO IORC

Após mais de um ano sumido da mídia, Tiago Iorc surgiu de surpresa durante a madrugada do domingo e lançou um novo álbum. Mas, mais do que isso, o cantor reapareceu com um projeto visual lançando clipes para todas as 13 canções de “Reconstrução”, o primeiro álbum de estúdio desde “Troco Likes” de 2015.

Tiago Iorc é o tipo de artista que divide a opinião das pessoas. Enquanto algumas pessoas amam suas músicas, sua sonoridade e seu estilo; outras não suportam seu som e o acham cansativo e exaustivo. Não há como agradar a todos, é verdade, e o artista nunca tentou fazer isso e manteve-se fiel ao que ele queria fazer, prova disso é o sumiço de mais de um ano que encerrou na madrugada de domingo.

 

De surpresa, Tiago lançou o álbum “Reconstrução” nas plataformas digitais. Intimista, o novo trabalho do cantor é o primeiro projeto de estúdio desde “Troco Likes” – que saiu em 2015. Mais recentemente Tiago lançou o EP “Sigo de Volta” e um álbum ao vivo para “Troco Likes”, esse é o terceiro trabalho em português do cantor – ele começou a carreira cantando em inglês.

 

RECONSTRUÇÃO

 

Com 13 faixas onde Tiago explora canções mais intimistas e algumas novidades em sua sonoridade, o artista mostrou o que estava fazendo neste ano longe de tudo e todos. No Spotify o álbum está disponível desde a madrugada assim como o álbum visual no YouTube onde os 13 clipes mantém uma narrativa romântica protagonizada por Tiago e pela modelo Michele Alves de uma forma sensualmente poética.

 

No entanto, não é um álbum unânime. Tiago trouxe um projeto íntimo e sensual, mas não acerta em todas as faixas, apesar de não contar com erros imperdoáveis. Faixas como “Faz” apresentam uma pegada mais pop que é diferente do que estamos acostumados a ouvir nos trabalhos de Iorc. Não é ruim, mas não parece se encaixar como devia. Talvez seja a surpresa do primeiro impacto, mas me parece a música que eu pularia.

 

Ao mesmo passou que a canção que abre o projeto – Desconstrução – apresenta uma música tão gostosa de ouvir e que se encaixa tão bem com diversas outras do álbum – como “Laços” e “A vida nunca cansa” – que lembra o Tiago de faixas consagradas como as apresentadas no “Troco Likes”. No geral, precisamos admirar dois pontos sobre a surpresa que Tiago Iorc trouxe aos fãs durante a madrugada do domingo: coragem e marketing.

 

Ele não ficou um ano sumido unicamente por querer um tempo. E se esse realmente foi o caso, no fim, foi muito bem utilizado na jogada de marketing para o lançamento de “Reconstrução”. Além disso, mesmo que não tenha me fisgado, é preciso parabenizar a coragem de tentar fazer sonoridades diferentes das habituais e, quem sabe, num futuro próximo, possa vir a ser oportunidade para voos mais altos na carreira.

tags

TIAGO IORC MÚSICA RECONSTRUÇÃO ÁLBUM TRABALHO OBRA CANÇÃO PROJETO VISUAL

+ ARTE

últimas

x

Obrigado!

Em breve você receberá novidades.

Aguarde...